Aprenda a fazer a Transferência

e uma série de precauções que o comprador de um veículo usado deve levar em conta para evitar inconvenientes e danos ao fazer os 2018. Estes são:

Solicite um relatório do status dos documentos do carro, para descobrir quais as condições legais; para saber se tem algum impedimento a ser transferido, ou se o titular tiver qualquer impedimento legal para vendê-lo.

Realizar a verificação do veículo a motor em uma usina policial ou de força de segurança, de acordo com a jurisdição (em alguns casos é a Gendarmería em outros, a Polícia Federal ou provincial).

A gestão que é feita lá é para verificar se o carro em questão é o mesmo que se reflete nos documentos; isto é, que a numeração nos jornais do veículo coincide com a que exibe.

Faça sua transferência

Possuir dívida gratuita do imposto para o depósito de automóveis e, até o dia, tudo relacionado ao pagamento de patentes.

O movimento pós-compra do veículo é a transferência. O peticionário do procedimento pode ser o proprietário registrado ou adquirente, ou um representante legal ou representante dele. Os locais onde esse processamento é gerenciado são o registro onde o automotor está localizado ou o registro de seção do futuro estabelecimento por domicílio ou guarda habitual. A documentação a ser apresentada é a seguinte:

Tipo de solicitação 08, que é fornecido gratuitamente pelo registro, se você certificar assinaturas para a pessoa responsável. As assinaturas das partes (vendedores, cônjuges e compradores) devem ser certificadas por um notário público, pelo registrador do local de estabelecimento ou onde o procedimento será apresentado; ou registro com jurisdição sobre o domicílio do comprador (somente ele ou os compradores).

Detran

Verificação a pedido do tipo 12. Isto é obrigatório para veículos a motor registrados inicialmente em 01/01/85. As plantas autorizadas para se inscrever na Capital Federal são: Rafaela 427, Vélez Sarsfield 1901 e Av. Gendarmería Nacional 717, de 8 a 18.

O valor da aplicação é de US $ 30, mais um selo cobrado pela Polícia Federal, que é de 10,50 pesos.

Veja quais documentos precisam

Cartão de identificação do automotor (cartão verde).

Documento de identidade: DNI, LC, LE, original e fotocópia. No caso de serem estrangeiros, devem apresentar identificação, identificação e passaporte.

Professora de fundos de incentivos nacionais de incentivos de emergência, lei 25053.

Formulário 381 da Agência Federal de Receitas Públicas (AFIP). Esta é uma declaração jurada de registro de propriedade.

Detran

Se houver uma promessa, deve-se registrar que a transferência foi comunicada ao credenciado.

No caso de um contrato de locação ser registrado, certifique-se de que o leaser está ciente da venda, apresentando a cópia do telegrama ou carta documento emitido pelo correio.