Confira alguns benefícios oferecidos para os trabalhadores

Os empregadores não podem fazer deduções de salários que não sejam bônus, bem como prescritos por lei e acordos trabalhistas, como impostos, contribuições para a previdência social e honorários sindicais. Os empregadores não podem reduzir os salários, exceto em circunstâncias extraordinárias.

Igualdade de oportunidades de contratação

Na legislação brasileira, existem condições gerais que proíbem a discriminação com base em gênero, religião, raça e outros fatores intangíveis ao contratar. Existem condições especiais para pessoas com deficiência.

Contratação

O Código do Trabalho garante que todo o mesmo trabalho deve ser igualmente recompensado, independentemente da nacionalidade, idade, sexo ou estado civil de um funcionário que desempenhe funções idênticas.

No entanto, as diferenças de antiguidade, se forem mais de dois anos, podem ser levadas em conta para justificar os diferentes níveis salariais. As empresas que possuem um plano de carreira podem ter diferenças nos níveis salariais de acordo com o calculo seguro desemprego.

Direitos trabalhistas

Após o término de cada período de doze meses de trabalho, os funcionários têm direito a férias remuneradas de até trinta dias corridos, dos quais no máximo dez dias podem ser reembolsados ​​em dinheiro. Além disso, um bônus de férias equivalente a um terço do salário mensal do empregado deve ser pago.

Se o empregado não estiver de licença há mais de dois anos, ele deve receber uma indenização no valor de salário duplo. Se o empregado é demitido (exceto para casos legais) ele deve ser pago uma compensação pelo tempo de férias não utilizado.

Décimo terceiro salário

Todos os anos, os empregadores são obrigados a pagar um prêmio equivalente a um décimo segundo salário recebido em dezembro, mais um benefício calculado com um salário médio durante o ano. Este prêmio deve ser incluído nas contribuições ao fundo de pensão (FGTS) e às contribuições previdenciárias (INSS). 50% do prêmio deve ser pago antes de 30 de novembro (geralmente quando as férias são tomadas), e o saldo deve ser pago antes de 20 de dezembro.

Benefício para famílias grandes

Para cada criança menor de quatorze anos de idade ou dependente, os funcionários recebem um benefício mensal adicional de até aproximadamente R$ 2 por dependente, de acordo com o nível de salário. Este aplicativo não é dedutível para INSS ou imposto de renda.

Participação nos lucros

A participação nos lucros entre funcionários não é obrigatória. No entanto, se a participação nos lucros for realizada de acordo com as exigências da lei (Lei 10.101 / 00), esses pagamentos estarão totalmente isentos de impostos.

Fundo de Pensão (FGTS)

A cada mês, o empregador deve contribuir com o equivalente a 8,5% do salário total de um empregado para o Fundo de Pensões (FGTS). Enquanto 8% são transferidos para a conta nominal de um funcionário em um banco do governo, 0,5% são transferidos para um fundo criado pelo governo brasileiro.

Emprego

Um empregado pode usar os fundos desse fundo apenas em casos extremos, por exemplo, se ele for demitido sem uma explicação do motivo ou se aposentar. O imposto FGTS não é aplicável a pagamentos a profissionais independentes e não é obrigatório para executivos que não sejam funcionários.

Previdência Social (INSS)

As taxas das contribuições dos empregadores, com respeito a salários altos, são 20%, a tarifa pode aumentar ligeiramente, mas como resultado, o montante da taxa não pode ser superior a 29%. As taxas de contribuições dos empregadores para salários mais altos não são limitadas.

As taxas básicas são mostradas abaixo. As contribuições dos funcionários devem ser coletadas e deduzidas pelo empregador. Todas as contribuições devem ser transferidas para as agências governamentais apropriadas no próximo mês.

Os pagadores estão interessados ​​no pagamento em dia dos fundos, uma vez que a multa por atraso é de 50% do valor do pagamento. As empresas que têm atrasos nos depósitos da previdência social não podem conceder bônus – prêmios ou pagamentos de dividendos aos acionistas, ou participar da distribuição de lucros entre parceiros, acionistas ou administradores. Além disso, essas empresas não podem reivindicar contratos governamentais.

Confira alguns benefícios oferecidos para os trabalhadores
Avalie este artigo!